Fechar Menu

Não continuei os estudos após a escola regular. Tenho vergonha!

22 | 08 | 2016
Fala Diretora
0 comentários

420 visualizações

Não continuei os estudos após a escola regular. Tenho vergonha!

Houve um tempo em que ter estudo era até considerado um luxo! As pessoas aprendiam uma profissão e entravam no mercado de trabalho a fim de ganhar o pão de cada dia.
As crianças, com dez ou doze anos, aprendiam uma profissão. Eram aprendizes sem remuneração. Seus familiares procuravam fervorosamente quem pudesse ensinar seus meninos. Ficavam extremamente agradecidos!
Houve outro tempo, em que o estudo era fundamental para que a pessoa pudesse ter emprego. Ter diploma universitário era um “must””!
Hoje, com a crise em que estamos mergulhados, quem tem emprego se apega a ele como a ostra na rocha. Tenha ou não grandes estudos.
No entanto, parece que as pessoas que não conseguiram ainda um diploma universitário, muitas vezes se sentem diminuídas, não importa se o salário é alto ou não.
Claro que tudo é relativo! Conheço criaturas que, com diploma universitário, ganham o suficiente para viver sem grandes luxos. Alguns desses são felizes, outros não.
Conheço também pessoas que não se sentaram nos bancos universitários, estão empregados, são autônomos ou pequenos empresários. Alguns desses também estão bastante felizes, outros não. Coisas da vida!
Qual é o significado do estudo para as pessoas? Para uns, primordial, para outros, nem tanto!
Estamos fazendo homenagem aos nossos ex-alunos como comemoração de trinta anos de nossa escola. Pedimos uma foto e também a formação ou profissão. Fizemos um mural de azulejos com esses dados no muro principal de nossa escola.
Um de nossos rapazes me escreveu dizendo que não mandaria seus dados, pois, nãos fez faculdade. Não foi o único, porque a Maria Amélia me disse o mesmo outro dia, quando nos esbarramos na rua.
Ela me falou que é dona de casa e faz alguns trabalhos de bricolagem.Só!?
Para nós, orgulho de nossos ex-alunos, não é apenas dos que têm em casa um diploma de professor, médico, advogado ou engenheiro. Nos orgulhamos de todos sem exceção. Cada um deles está exercendo seu papel de cidadão de forma útil e desejável!
A chave da felicidade na vida, muitas vezes depende de fatores que não controlamos são diferentes de uma pessoa para outra.
Conheço gente que depois de velho realizou o sonho de infância e saiu pulando feito saci com o diploma universitário nas mãos.
Conheço outros que dizem até que para ser presidente da república, não é preciso ter estudo!
Para quem é educador e acredita nos valores que a educação traz, sempre é tempo de estudar, mas ter vergonha de não o ter feito, pelo menos é melhor do que desprezar a cultura escolar!

Sonia Regina P. G. Pinheiro