Fechar Menu

Mês de maio, mês das mães, tesouros fantásticos!

03 | 06 | 2024
Fala Diretora
0 comentários

6045 visualizações

Mês de maio, mês das mães, tesouros fantásticos!

Quem é aquela que se levanta bem cedo, prepara o lanche dos filhos para a escola, organiza as roupas que eles vão vestir, escreve bilhetes para a professora dar o remédio para o caçula na hora certa, repassa os olhos pelas agendas escolares para ver se não se esqueceu de nada, prepara o café da manhã com carinho, acorda seus filhos, acompanha a alimentação matinal com conselhos para o correr do dia, coloca os meninos no ônibus escolar e respira!
Mais um dia começando para essa mamãe.
Só depois, termina de se arrumar e vai ao trabalho.
Sua cabeça está em cada um de seus filhos. Será que terão um bom-dia? Como vão se comportar na escola? Aprenderão os conteúdos ensinados pelos professores? Como será o restante do dia para eles?
Mas, quem é aquela que está em casa para cuidar de sua família em tempo integral. O bebê é muito pequeno, precisa dela. Os outros dois filhos estão na escola. Depois de levá-los até a porta do colégio, vai ao mercado com o bebê a tiracolo.
Chega em casa, põe o bebê no berço e se ocupa da limpeza da casa, das roupas, do jardim, dos animais de estimação, do almoço, enfim, de todas as atividades de um lar onde a mamãe é tudo.
Nunca conheci uma mamãe que não merecesse todas as homenagens do mundo.
Para começar, foi aquela que nos deu a vida!
Não me entristeço com histórias de filhos ingratos; cada um tem o seu tempo de plantar e colher. O futuro traz a conta!
As homenagens às mães são feitas de forma dirigida para um dia que se convencional chamar de “ o dia das mães”.
Há quem diga que é um dia somente comercial, feito para esvaziar os bolsos dos filhos na compra de presentes e mimos.
Há quem diga também, e eu mesmo já o disse mil vezes, que o dia das mães é todos os dias.
Tudo verdade!
No entanto, quando meus filhos num domingo de maio, entraram pela porta de minha casa, me beijaram, abraçaram e me desejaram um feliz dia das mães, não houve um só pedacinho do meu coração que não se alegrasse e batesse forte eternizando o momento de amor.
Nossas professoras se esmeraram nas atividades escolares em que os garotos pudessem colocar em prática o amor que sentem pela mamãe.
Para finalizar, lembro de um trecho de uma música sobre a mamãe que diz “ ela vale mais para mim, que o céu, que a terra e o mar”.
Quem tem sua mamãe, abrace forte todos os dias. Você tem um tesouro!

Sonia Regina P. G. Pinheiro

Deixe seu comentário